CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Diàrio Recôndito e Poesia
O Jornal das Palavras - Fundado em 10/10/2017.
Meu Diário
05/02/2018 00h00
ROSIANE FAVERO: Na medida certa, tudo dá certo

 


Rosiane Favero - rosifavero@live.com


 

Na medida certa, tudo dá certo


 

 

      Vejo, nessa correria desenfreada dos nossos dias, que acabamos reclamando demais e agindo menos. Observo que, ainda há muita gente esperando que as coisas se resolvam, quando na verdade, a atitude e ação deve partir de nós mesmos. O Mundo não vai parar por nossa causa. Ele segue de qualquer jeito, “atropela” quem estiver na frente. Ora evolui aqui, ora regride ali. Caminha um pouco e volta a desandar. Mas parar, ele não para! E nós? Vamos ficar parados? Não fazsentido.                                                                                         Estar insatisfeito, reivindicar, e até reclamar por algo, faz parte. No entanto, é tolerável por um tempo e até certo ponto; o que não podemos é nos exceder. Por exemplo, já ouvimos “não vou ganhar na loteria mesmo, o governo só puxa o pais para trás, nada acontece e tudo vai mal” enfim. Mas...vamos cruzar os braços, e esquecer de nós mesmos? Será que não temos capacidade de seguir, mesmo nas adversidades? É claro que temos! Vamos aceitar que nos digam, esperem e se contentem, até que nós (o Governo), demos um jeito de arrumar a “casa? ” Ora, penso que não!  A zona de conforto, não nos permite evoluir. Nós somos por natureza, uma gente alegre, forte, com grande capacidade de se adaptar, buscar, arriscar e empreender. Verdade que, os brasileiros reagiram mesmo com todas as dificuldades, e estão se adaptando as mudanças e desafios que o nosso país ainda enfrenta. Mas, a insatisfação persiste. Temos motivos? Sim. No entanto, nós podemos virar esse “jogo. ” Para isso, precisamos assumir e encarar as questões que nos desagradam, olhando para frente com firmeza, esperança, propósito, e trabalho seja onde for. Vamos nos dedicar colocando otimismo e comprometimento, na construção de algo que nos faça bem e nos motive a seguir em frente, mesmo que o “mundo” diga não.

 

“Façamos a diferença, fazendo diferente. ”

(Rosiane Favero)


Coluna escritas Segundas e Quartas.


Publicado por Diário Recôndito e Poesia em 05/02/2018 às 00h00
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.