O Jornal das Palavras - Fundado em 10/10/2017.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Meu Diário
18/02/2018 00h00
CARTAS NO TEMPO - O Descrever


E-mail: oliveirapoeta.oliveira@gmail.com


 

O Descrever


 

DO AMANHECER...

Do amanhecer tiro a alegria de poder escrever em sua FILOSOFIA! O mundo sem POESIA é um pequeno lago, só que destruído pela POLUIÇÃO de quem não tem nenhum sentimento vivo pela a arte de bem amar os versos e suas palavras. É como se o amor perdesse a mística, e tudo perde o significado. Ainda tenho o desejo da luz!

 

A ILUMINAÇÃO

Essa luz me indica a iluminação que posso receber em meio a INSPIRAÇÃO de um tempo ilimitado. Ser um poeta apaixonado pelos poemas me faz ser um homem feliz, pois minha sacralidade acaba sendo o ponto chave da espiritualidade de que possuo. Neste momento, o horário chega a meia-noite, entretanto, o relógio vai voltar até as onze.

 

LÁBIOS SERENOS DA IMAGINAÇÃO

E ao retornar o seu ponteiro, vejo a captura da percepção poética, invocar os sonhos, enquanto o sono profundo vem tornado o fim de um sábado aproveitoso, em um belo momento doce dos lábios serenos da IMAGINAÇÃO. E por mais que se tenha vivenciado algumas coisas o dia inteiro, ainda falta o DESCREVER, antes do apagar das luzes. 

 

"Que possamos descrever nossa vida em sua pelnitude"


Coluna escrita as Terças e Domingos.

www.cartasnotempo.blogspot.com


Publicado por Diário Recôndito e Poesia em 18/02/2018 às 00h00
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras