CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Diàrio Recôndito e Poesia
O Jornal das Palavras - Fundado em 10/10/2017.
Meu Diário
09/04/2018 22h13
ROSEANI FAVERO: Siga os “trilhos” e não crie atalhos


Rosiane Favero - rosifavero@live.com


Siga os “trilhos” e não crie atalhos


Diariamente, podemos escolher e traçar os nossos próprios caminhos de acordo com a vontade, desejo, necessidade, motivados por algo que queremos alcançar, e que muitas vezes não temos ideia de como alcançaremos. No entanto, vamos buscando até conseguir! Isso se chama fé, acreditar, ter persistência! Ótimo! Natural do ser humano desafiar-se na busca do tão almejado projeto pessoal ou profissional. Saudável e necessário para nossa evolução e uma vida feliz e próspera. Porém, sempre que eu penso em sonho e projeto de vida, eu me pergunto se irá beneficiar, e ainda, causar um impacto positivo na vida de outras pessoas. Sim, porque afinal, vivemos em comunidade, formamos uma sociedade e a minha ação de algum modo poderá refletir no outro. É uma via de mão dupla e, a meu ver aí está o X. da questão. Como utilizar o nosso potencial construtivo para agregar, contribuir, formar opiniões baseadas em fatos, enfim, como? Muitas vezes, o caminho que escolhemos percorrer é duvidoso, e no fundo sabemos que não é o correto seguir. Aí então, nos “desequilibramos nos trilhos. ” Contudo, se realmente quisermos viver e conviver bem em sociedade, observemos os trilhos que norteiam as nossas vidas. O caminho correto, justo, digno, verdadeiro, lógico, nós sempre saberemos qual é. Só não vamos insistir naquele “atalhozinho! ” Fazendo uma breve menção aos últimos acontecimentos no nosso país, podemos dizer que os nossos desejos e ações não podem se sobrepor aos de uma sociedade por inteiro. Devemos sempre ter em mente a construção para o bem de todos; edificando a nossa cidade, estado e país, como cidadãos que se baseiam no respeito, compromisso, responsabilidade, verdade, justiça, e amor pelas pessoas. E não o contrário. E digo mais...o poder pelo poder, nunca valerá a pena! Concluo, com uma reflexão. Quais os exemplos estamos deixando para as crianças de hoje, que formarão o nosso país do futuro?

 

“Observe os trilhos e não crie atalhos. Você pode se perder.”

(Rosiane Favero)


Coluna escrita Segundas-feiras.


Publicado por Diário Recôndito e Poesia em 09/04/2018 às 22h13
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.