O Jornal das Palavras - Fundado em 10/10/2017.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Meu Diário
20/04/2018 11h09
VIAJANDO NA POESIA – CANTOS E ATABAQUES


Valmir Vilmar de Sousa - vevesousa1958@gmail.com


CANTOS E ATABAQUES


Ao som dos atabaques
Começa a gira
Gira, girou
Entra na roda
Que a festa vai começar
Vem chegando os caboclos
Os pretos velhos 
Com seus cachimbos e patuás
Vem o povo d’água
Iemanjá, Iansã, Oxum e Nanã
Abençoar a todos os presentes
Xangô, trazer justiça a seus filhos
Ogum, retirar todas as demandas
Chamem nossas crianças
Que hoje tem doce mamãe
Tem doce lá no jardim
Bem vindas as ciganas
A rodar seus vestidos
E no terreiro a girar
Com seu Zé Pelintra
O malandro do pedaço
Com sua pose de galanteador
Conquista a todos que a ele
Se aproxima
O fim está chegando
É hora de se despedir
Vamos todos embora
Deixar nosso axé
Com um Pai Nosso 
E uma Ave Maria
Os atabaques se calam
Os ogãs se despedem
Mais um trabalho realizado
De cantos e atabaques
AXÉ


Publicado por Diário Recôndito e Poesia em 20/04/2018 às 11h09
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras