O Jornal das Palavras - Fundado em 10/10/2017.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Meu Diário
06/05/2018 14h14
Cartas no Tempo - O amor é o tempo de espera

 


E-mail: oliveirapoeta.oliveira@gmail.com


O amor é o tempo de espera


 

O amor é o tempo de espera.

O amor é o tempo...

Que vive entrelaçado com a alma.

Alma que nos é permitido ter!

Alma que nos faz crescer e,

Desejar constantemente o amor.

Amar e ser amado.

Corresponder e ser correspondido.

Ao mesmo milésimo de segundos que, demora para vir.

E nessa demora,

A versão que nos é dada.

A versão da espera,

Por que a espera é ter paciência.

A paciência, ao que consta,

É uma valiosa virtude.

Mas a virtude é forma drástica da paciência.

E é nisso em que o amor se conserva.

Ao invés de persegui-lo!

Por que não deixar a poesia trazê-lo?

Assim, a paciência vem com o tempo e,

Com o tempo se descobre o amor.

Descobre-se que [o amor é o tempo de espera].


Qual é o seu tempo de espera? Será que é o amor ou existem outras maneiras? 


Coluna escrita as Terças e Domingos.


Publicado por Diário Recôndito e Poesia em 06/05/2018 às 14h14
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras