O Jornal das Palavras - Fundado em 10/10/2017.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Meu Diário
08/05/2018 04h49
Carta no Tempo: Amor e Razão

E-mail: oliveirapoeta.oliveira@gmail.com


Tempo e Mistérios


Vejo o meu próprio eu,
E ele muda a sua
Consciência e essência
Para me dizer quem
Realmente consegue
Ser alguém no mundo
Inteiramente pleno de amor.
Mesmo com a minha morte,
E morte absoluta do corpo,
Minha poesia sobreviverá
Com a minha alma,
Juntamente com o encanto
De todos os tempos e mistérios.


Diante do tempo e dos mistérios
da vida, qual a sua interpretação
sobre este poema?


Coluna escrita as Terças e Domingos.


Publicado por Diário Recôndito e Poesia em 08/05/2018 às 04h49
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras